Como funciona uma agência digital para e-commerce?

Publicado 01/02/2021

Atualmente, o e-commerce contribui com boa parte do sucesso das empresas, tornando-se um grande diferencial. Contudo, para que este sucesso seja alcançado, uma agência digital para e-commerce deve ser considerada não apenas por sua expertise na divulgação do seu negócio.

Um parceiro como este vai apoiar a gestão de marketing da sua loja virtual como um todo, consolidando sua marca e atuando para melhorar a percepção do público sobre o seu negócio.

No artigo de hoje, você vai conhecer melhor como funciona uma agência digital para e-commerce, entendendo um pouco mais sobre cada uma dessas funções. Continue a leitura para conferir!

Serviços oferecidos por uma agência digital para e-commerce

O ambiente online gera cada dia mais oportunidades para quem tem um negócio. Independente do porte da empresa ou do setor de atuação, vender pela internet já é uma necessidade urgente, e os processos para isso acontecer precisam ser implementados o quanto antes na sua companhia.

No entanto, os desafios que as marcas podem enfrentar vão desde a contratação de uma plataforma até a gestão das vendas no dia a dia, sem falar na criação de diferenciais competitivos.

A contratação de uma agência digital para e-commerce te ajuda no bom funcionamento e obtenção de resultados da sua loja virtual, pois ela será um parceiro estratégico no seu negócio. Ela pode te ajudar em diversas competências do marketing digital, envolvendo principalmente a gestão da sua loja virtual, a mídia de performance e o marketing de conteúdo.

A seguir, conheça um pouco mais destes serviços que podem ser oferecidos por uma agência digital para e-commerce antes de firmar compromisso:

Gestão de e-commerce

Agência Digital para e-commerce

Vender pela internet já é uma realidade há muitos anos para diversas marcas. Porém, sem a expertise necessária, sua loja pode ter dificuldades para decolar. A contratação de uma agência digital para gestão do e-commerce é a forma mais eficaz de garantir o sucesso nas vendas e nos resultados.

Essa opção permite a sua empresa criar uma loja do zero, com metas de vendas, iniciando os trabalhos online, ou então fazer uma análise da sua loja já em operação, propondo ajustes como a revisão do front-end atual, na usabilidade e na experiência de compra do seu cliente, além do corte de custos desnecessários e o ajuste dos processos envolvidos na atuação de forma comercial na internet.

Veja os detalhes que o serviço de gestão de loja virtual de uma agência digital para e-commerce trazem ao seu negócio:

Desenvolvimento de front-end

A criação ou revisão do front-end de uma loja virtual é realizada por um profissional responsável pelos elementos interativos das páginas, capazes de abrirem de forma harmoniosa em um tablet, computador ou smartphone. Este layout deve fazer a interação do usuário com o sistema de maneira intuitiva. Além do site, uma agência digital para e-commerce também pode desenvolver soluções como aplicativos e gerenciadores de conteúdo.

Análises de UI/UX

A análise de UX consiste num conjunto de táticas e diretrizes que aprimoram a facilidade de uso da plataforma de vendas virtual. Uma análise efetiva da experiência do usuário traz uma série de ajustes que, quando implementados, aprimoram a experiência do usuário do produto de forma positiva, refletindo nas vendas.

Estas melhorias podem envolver desde o aumento na taxa de conversão ou um maior envolvimento e retenção de usuários no site, entre outras possibilidades. Para que uma análise de UX seja bem sucedida, o segredo está em enxergar como os usuários interagem com o site, quais são suas vontades e o contexto em que os produtos são usados, além das expectativas e percepções do produto.

A lentidão no carregamento da página da loja virtual, falta de um design intuitivo e bugs são erros que podem se tornar fatais. O site para e-commerce deve ser simples, de maneira a possibilitar a visão clara do cliente, seguindo etapas de compra sem complicações para visualizar todas as informações e imagens.

Definição de plataforma

A plataforma do e-commerce é o sistema da sua loja virtual que faz a conexão com o seu software de gestão interno, possibilitando a personalização e gerenciamento do e-commerce de forma integrada. É ali onde são incluídos os produtos, onde é administrado o estoque e os preços, além de outras funções que fazem parte da rotina do comércio eletrônico.

O empreendedor do e-commerce tem a autonomia para construir sua loja virtual, contudo, independente do que pretende, precisa buscar uma plataforma que atenda as necessidades que encontrar no mundo das vendas online. Uma agência digital para e-commerce auxilia neste processo, efetivando as análises necessárias para que a plataforma escolhida não traga dores de cabeça para a gestão da empresa como um todo.

Análise de rentabilidade

A agência digital para e-commerce também deve auxiliar a marca na análise de sua rentabilidade, afinal, um dos principais motivos de falência de operações online é o descuido com as finanças.

Por isso, traçar uma estratégia de gerenciamento financeiro é fundamental para o bom desempenho da loja virtual no mercado. A análise da rentabilidade do e-commerce é importante para acompanhar os resultados e estabelecer melhorias. 

Essa prática permite descobrir se o negócio é rentável do ponto de vista financeiro ou tende a acumular prejuízos. Os índices são muito relevantes para gestores, sócios e investidores, apontando recursos aplicados na organização ou em determinado produto.

Análise de break-even point

O break-even point é considerado ponto de equilíbrio da empresa. Esse é o estágio em que as receitas equivalem aos custos. De forma geral, os empreendedores realizam os cálculos dos valores fixos e variáveis para determinar o valor da receita que deve ser alcançada para que a empresa consiga chegar ao seu ponto de equilíbrio.

Após a determinação do número, a empresa deve analisar com atenção os custos como aluguel, mão de obra, estoques e outros. É o momento de perguntar a si se os preços estão baixos ou se os custos estão altos demais para serem alcançados no ponto de equilíbrio por um tempo razoável. Essa é uma forma de descobrir se o negócio é sustentável e deve ser feito pela agência digital para e-commerce.

Planejamento comercial

Seu e-commerce não iniciará o primeiro mês faturando milhões — é necessário um planejamento comercial para atingir os patamares idealizados pela empresa para a loja virtual.

O crescimento do faturamento deve acontecer de forma escalonada, pois com a crescente nas vendas, crescem também necessidades paralelas em outras áreas como logística, marketing, finanças e outros.

Para aumentar as vendas de forma sustentável e organizada, o planejamento comercial deve ser implementado pela agência digital para e-commerce que se propõe a oferecer serviços de gestão terceirizada de e-commerce.

Atuação em marketplaces

Ao realizar a gestão de e-commerces, a equipe da agência digital saberá onde encontrar os clientes de forma eficiente em meio aos diversos canais de vendas disponíveis online.

Estar presente em marketplaces pode ser uma boa forma de manter-se próximo aos clientes em potencial, levando o seu e-commerce ao alcance de mais pessoas. 

Efetivar a escolha dos marketplaces com maior fit com o seu negócio faz parte do papel da gestão de uma loja virtual, ajustando os processos de entrada dos pedidos, conciliações bancárias, envios da mercadoria e resposta aos clientes nestas plataformas externas.

Mídia de performance

Agência Digital para e-commerce

A mídia de performance são anúncios que convertem vendas. Esta é mais uma das funções exercidas por uma agência digital para e-commerce, com um serviço dedicado à entregabilidade e resultado das campanhas. É da performance que vem a entrega do resultado esperado, seja ele em vendas, cliques para a página ou alcance da mensagem.

A agência digital para e-commerce fica responsável por definir o canal, direcionando os anúncios ao público-alvo da loja e impactando aqueles que realmente importam para a marca ao converter vendas diretas e gerar faturamento à loja virtual. Confira algumas atribuições que estão envolvidas na mídia de performance.

PPC

O PPC é uma sigla para pay per click e envolve anúncios em diversas plataformas de mídia paga como anúncios em redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e outros) e também no Google através de links patrocinados, mídia display e resultados em shopping.

É através do PPC que a agência digital para e-commerce entrega resultados em vendas através de anúncios, normalmente mensurados pelo ROI das ações. Isso significa que, de X reais investidos em anúncios, será função da agência trazer 2X ou mais de retorno em vendas, sempre respeitando as margens de lucro definidas na etapa do planejamento financeiro da loja virtual.

Remarketing e retargeting

O remarketing é uma estratégia relacionada a práticas desenvolvidas para o reengajamento de pessoas que tenham interesse na marca utilizando principalmente ferramentas como o e-mail marketing, o Google Ads ou o Facebook Ads. 

São os famosos anúncios que perseguem os usuários depois que eles visitaram uma página, mas que também podem ser programados para aparecerem depois de um determinado período de tempo relacionado com o tempo de recompra do seu produto.

Veja pelo exemplo: o cliente entra no e-commerce, adiciona itens no carrinho e abandona, sem finalizar a compra. Mais tarde ele vai receber um e-mail convidando-o para concluir aquele mesmo pedido. Este é um exemplo claro de remarketing.

Já o retargeting consiste na amostra de anúncios segmentados aos usuários que já interagiram com aquela marca, seja no site da empresa ou em outros canais, como sites parceiros, redes sociais ou ferramentas de busca.

Veja novamente o exemplo: o visitante acessa o e-commerce da empresa e, ao realizar essa ação, o site configurado pela agência digital para e-commerce instala um cookie no computador do usuário, coletando seus dados de navegação. 

Ao acessar uma página do produto e não finalizar a compra, o retargeting permitirá encontrar este mesmo usuário com anúncios após um tempo, acionando o cookie criado. Essa estratégia permite a alta segmentação de anúncios, aumentando sua efetividade.

E-mail marketing

Além da programação de remarketing, estratégias de e-mail marketing devem ser desenvolvidas pela agência digital para e-commerce para impactar os clientes e direcionar novas vendas à loja virtual. 

Entre as estratégias de disparo, a agência configura os e-mails transacionais dos pedidos, gerencia listas de clientes, elabora e-mails alinhados com a estratégia comercial da loja, configura e-mails de carrinho abandonado e efetiva disparos de pesquisas de satisfação dos usuários com a loja, objetivando uma melhoria sistêmica.

Mídia programática

A mídia programática é outra forma de comprar anúncios online, como no Google Ads e no Facebook Ads, com um outro nível de eficiência, inovação e inteligência. Essa opção revolucionou o mercado da publicidade e transformou a forma como as empresas compram mídia na internet, podendo ser colocada em prática por uma agência digital na sua loja virtual.

Marketing de conteúdo

Agência Digital para e-commerce

Assim como a mídia de performance, a agência digital para e-commerce deve oferecer o marketing de conteúdo entre os seus serviços. Essa forma de relacionamento dentro da sua estratégia comercial mantém a empresa conectada com os clientes em potenciais e ajuda no engajamento de um novo público-alvo.

Por meio do gerenciamento das redes sociais, interação com o público e definição de pautas alinhadas aos objetivos, a produção de conteúdo gera novos negócios por meio de textos, imagens e vídeos. Veja mais informações logo abaixo:

Gerenciamento de redes sociais 

Gerenciar as redes sociais vai muito além do que simplesmente fazer publicações. A gestão de redes sociais envolve etapas que incluem desde a definição da estratégia e posicionamento da marca, até o monitoramento e levantamento dos resultados obtidos.

Para que seja feito corretamente, é necessária uma equipe com conhecimentos específicos, que possam ser responsáveis exclusivamente pelos canais da empresa.

No processo de gerenciamento das redes sociais estão envolvidas a definição do tom de voz da marca nas redes, em quais redes atuar, a definição da frequência das postagens, o tipo de conteúdo — textos, fotos ou vídeos, entre outras definições estratégicas.

Gestão de SAC 2.0

A gestão do atendimento ao cliente é uma prática administrativa que faz parte do gerenciamento das redes sociais. Dessa maneira, um SAC de sucesso compreende a colocação do consumidor sempre em primeiro lugar, a fim de entender suas necessidades, preferências e desejos.

Em outras palavras, é quando a empresa trabalha com coleta de análise de dados e conhece seu público com mais profundidade que se torna capaz de gerir o marketing de relacionamento com eficiência, oferecendo soluções que satisfazem os consumidores.

Atuar nas redes sociais, especialmente com uma loja virtual ativa, requer esse cuidado. Além disso, a gestão de atendimento ao cliente representa a análise de metodologias, práticas e tecnologias para inovar e melhorar o serviço oferecido, buscando melhores formas de ofertar experiências únicas e marcantes na jornada do cliente.

Descrição de produtos

Para seus produtos serem encontrados de forma natural em buscadores como o Google, investir em uma descrição única e personalizada para os seus produtos, mesmo que sua marca revenda produtos de outras marcas, é fundamental. 

Descrições únicas garantem que sua loja dependa menos de investimento em mídia paga,  trazendo mais tráfego orgânico para a sua loja através das páginas do seu produto. Além de informar as características e benefícios do produto, a descrição deve conter o tom de voz da sua marca intrínseco ao texto, deixando-o com a cara da sua loja.

Criação de conteúdo para blogs

A agência digital para e-commerce também deve ser responsável pela produção de conteúdo de valor para que o usuário tenha o melhor entendimento sobre o produto desejado, reconhecendo o trabalho da marca e valorizando o site nos resultados de pesquisa. Entre os conteúdos que podem ser criados para blog do e-commerce, estão:

  • E-books, infográficos e materiais ricos;
  • Vídeos;
  • Produção de fotos para mídias sociais;
  • Webinar;
  • Áudios para podcasts;
  • Webséries, e mais.

5 benefícios de contratar uma agência digital para e-commerce

Agência Digital para e-commerce

Agora que você já sabe mais sobre os serviços, entenda também os principais benefícios de contratar uma agência digital para e-commerce:

1. Profissionais especialistas no assunto

Deu para perceber que são diversas competências envolvidas nas funções de uma agência digital, não é mesmo? Capacidade analítica, criatividade, design, redação… São diversas áreas correlatas que requerem profissionais específicos para cada assunto.

Contratar uma agência digital para e-commerce garante que você terá estes especialistas atuando para a sua marca sem que você precise contratá-los. Provavelmente não haverá demanda para você ter um redator exclusivo ou um designer full time no seu time, portanto, uma agência pode ser a solução para evitar funcionários ociosos.

2. Foco no que realmente importa

Se você atua no segmento de moda, por exemplo, precisa estar preocupado com as tendências de consumo, os lançamentos de marcas icônicas, as feiras do setor e outras questões que tangem mais o seu produto do que os processos envolvendo uma loja virtual.

Se preocupar com a taxa de rejeição da loja, o número de cancelamento das suas listas de e-mail e o ROI das suas campanhas de performance foge bastante do seu metiê. Por isso, recomendamos deixar estas questões nas mãos de especialistas para que você não precise se especializar no assunto.

3. Orçamento escalável

Sua loja cresceu de tamanho? Ótimo! Você pode direcionar mais recursos para anúncios, criação de conteúdo e outros sem precisar aumentar sua equipe. Não há a necessidade de se preocupar com treinamentos, revisões de estratégia e afins — apenas o direcionamento da verba e a cobrança de resultados do seu fornecedor.

4. É mais barato ter uma agência digital para e-commerce

Além do custo com funcionários, eliminando a necessidade do pagamento de encargos como férias e rescisões, o ambiente ideal para fomentar negócios online requer uma série de softwares e ferramentas específicas para o sucesso das ações previstas.

Contratar tais ferramentas é caro e requer pessoas com conhecimentos específicos para operá-las, correndo o risco de ficarem subutilizadas sob o seu comando.

5. Entrega de resultados 

Com uma agência digital para e-commerce, o que baliza o relacionamento de vocês é o resultado. Para manter o contrato ativo, a agência irá trabalhar pelo seu sucesso em vendas, por isso, você tem uma garantia maior de um trabalho bem feito.

Outra questão importante é que uma agência atende outras empresas. Isso significa que ela irá utilizar as dificuldades de outros clientes como aprendizado para não cometer os mesmos erros na sua loja virtual.

Conheça a Arcana, agência digital para e-commerce

A lista de ações e benefícios que você conheceu acima são as principais maneiras de manter uma estratégia de marketing digital funcional e que gere bons resultados em uma loja virtual. Assim como parece, é muito a se fazer, devendo contar com profissionais especializados e qualificados para essas ações, como a equipe da Arcana. 

Essa agência digital para e-commerce surgiu para auxiliar outras empresas a obter o melhor do marketing digital. Com sua metodologia, a Arcana segue todos os passos descritos acima, além de aplicar empenho e dedicação em todas as tarefas.

Agora que você já sabe o que esperar de uma agência digital para e-commerce, invista em sua empresa deixando sua estratégia nas mãos de quem realmente entende do assunto!

A Arcana pode ajudar sua marca a ter posicionamento, engajamento, e resultados com rapidez e eficiência. Quer saber mais? Entre em contato via WhatsApp e entenda melhor como podemos te ajudar!

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu e-mail: