Saiba como usar a autoridade de domínio a seu favor

Publicado 13/08/2021

Muitos donos de páginas, sites e blogs criam conteúdos excelentes, mas não compreendem como ainda estão em baixa nas SERPs. Ao fazer uma busca no Google, raramente encontram seus conteúdos à disposição nas primeiras páginas, mesmo com todas as métricas de SEO verificadas. Você sabe o que faz isso acontecer?

A autoridade de domínio é uma métrica que pode explicar este fenômeno, te auxiliando a compreender como funciona esta preferência do buscador entre você e seu concorrente. 

Continue conosco e saiba mais sobre o assunto!

O que é autoridade de domínio?

Quando procuramos um especialista para palestrar em um curso, ou então um professor particular para ensinar sobre certos conhecimentos, geralmente damos preferência para alguém com expertise e nome no mercado, não é mesmo? 

Parece uma escolha óbvia, feita sem muito questionamento. Porém, quando se trata de internet, o pensamento pode fugir um pouco disso. 

Ao tentar entregar seu conteúdo em um buscador, é preciso entender que o Google pensa, neste quesito, parecido com uma pessoa. Se, por exemplo, alguém pesquisar sobre “loja de roupas”, ele irá favorecer na SERP uma loja de renome, ao invés daquele pequeno negócio que fica no bairro da menor cidade.

Isso tudo é autoridade de domínio. Ela leva em conta diversos fatores, que traremos ao longo do texto, para colocar mais à frente (ou não) um site, página ou link nos resultados de busca. 

Esta análise é feita de 0 a 100, sendo estes os extremos de “muito mal” e “muito bom”. Sua autoridade é medida dentro desse ranking, recebendo uma pontuação que, quanto maior, mais confiável você é e mais qualidade seus materiais têm, pelo olhar do Google. Ou seja, quanto melhor sua posição, mais visto você será!

Sites como a Wikipédia, Facebook e a própria Google são detentoras de autoridade 100 — eles sempre serão os primeiros colocados em tudo o que entregam. Por isso, ao buscar sobre um tema específico, é normal aparecerem resultados da Wikipédia ou então páginas do Facebook em primeiro lugar.

Vale a pena frisar que a autoridade de domínio, apesar de ser um campo de estudo e aplicação utilizado há muito tempo, não é uma métrica oficial da Google. Portanto, não é possível vê-la no Google Analytics.

autoridade de domínio

A autoridade de domínio foi criada por um estudo da Moz, mas não é por isso que ela deve ser descartada — bem pelo contrário. A autoridade de domínio pode (e deve) ser levada em consideração na criação e controle dos seus conteúdos, melhorando cada vez mais seu desempenho e entrega. Apesar de não ser extremamente oficial, estudos mostram que, sim, ela é considerada na hora do ranqueamento.

Como dito anteriormente, a Moz levou em consideração três tipos de autoridade. Assim, você consegue não só compreender o conteúdo como um todo, mas o desempenho de cada pedaço do seu site, que devem ser pensadas tanto individualmente quanto coletivamente. Confira abaixo os três e como eles funcionam:

1. Autoridade de domínio

Quando falamos em melhorar a presença e colocação nos buscadores, geralmente um dos assuntos mais tratados é a autoridade de domínio. Aqui, os analistas olham seu site como um todo, baseados em critérios de análise que consideram, principalmente, se você é confiável ou não.

Para explicar melhor o tema, voltemos ao caso hipotético anterior. Quando você contrata um professor particular, por exemplo, quais os critérios que usa para avaliar se ele pode ser um bom ou mau profissional? Quais são as primeiras coisas que busca saber sobre ele, para chegar a esta conclusão?

Assim como um prestador de serviços, a autoridade de domínio é avaliada a partir de seu histórico no mercado, a confiança criada e a qualidade das suas referências. Vamos destrinchar estes tópicos a seguir, para te explicar melhor.

Idade e confiança

A idade de um site é uma das métricas mais importantes da autoridade de domínio. Apesar de não ser uma coisa a qual você possa configurar ou realizar melhorias, ela pesa demais na hora da entrega dos seus conteúdos.

Isso quer dizer que um portal mais velho, com presença no mercado há anos, tende a se destacar mais do que alguém que criou seu blog hoje. 

Claro que esta análise não pode ser feita isoladamente, pois a qualidade dos conteúdos interfere muito no que diz respeito à autoridade de domínio. Porém, sua colocação na internet é um fator relevante.

Para manter-se com boa autoridade, tenha sempre o mesmo domínio, evitando trocá-lo. Com isso, além de aumentar a confiança dos buscadores em você, seu público te encontrará com mais facilidade.

Popularidade

Quando um grande site te indica algo, você geralmente confia na indicação, não é mesmo? A dica de uma grande influencer ou de um portal de notícias renomado normalmente é considerada como algo positivo e seguro.

Assim também funciona com a autoridade de domínio. Se um site com pontuação maior que a te recomenda, os contadores de posição irão te olhar de um jeito diferente, com mais confiança. Assim, sua colocação muito provavelmente irá subir.

Por isso, sempre busque indicações de portais maiores e analise a possibilidade de fazer parcerias ou conteúdos colaborativos. Porém, é preciso ter cuidado nas escolhas. Isso porque, se você realizar esta ação de modo descontrolado, pode cair no que os analistas chamam de Black Hat.

O Black Hat é um termo utilizado para criadores de conteúdos que utilizam técnicas de SEO de modo desordenado, em excesso, sem pensar na qualidade mas, sim, no posicionamento a todo custo. Parece uma ótima ideia às vezes, porém, se confirmadas as ações negativas, seu domínio pode ser derrubado ou adicionado a uma lista negra. Com isso, você nunca mais ranqueará, nem será tratado com confiança. E sair desta lista negra não é uma tarefa fácil.

Confira abaixo um pouco mais sobre essa técnica:

autoridade de domínio

2. Autoridade de página

Agora que você já compreendeu o que é autoridade de domínio, podemos tratar sobre autoridade de página. 

Aqui, os dados analisam seu site em partes separadas. Cada página é vista como algo único, que deve ser otimizado por si só. Por isso, muitos sites conseguem visibilidade apenas em páginas como “vagas de emprego”, ou conteúdos sobre “nossa história”, “quem somos”, e afins. 

Como cada pedaço do seu domínio é tido como uma unidade. É preciso um olhar atento a todas elas, inclusive naquelas com pouco acesso.

Nos critérios de avaliação, os dois quesitos de autoridade de domínio pesam também. Ou seja, o tempo de existência daquela página, se ela recebe indicações positivas, se há um tráfego sadio naquele ambiente e afins. Porém, há mais um quesito importante neste ponto.

Frequência nas publicações

Um site “morto”, que não é atualizado há meses ou anos, dificilmente aparecerá nas buscas ou ganhará recomendações nos buscadores. 

É preciso ter uma certa rotina de publicações, que pode ser criada por você e sua equipe de marketing, ou através de uma empresa terceirizada. Aqui, o importante não é entregar materiais todos os dias, de hora em hora, como acontece em algumas redes sociais, mas, sim, “dar às caras” de tempos em tempos. 

Lembre-se da regra: nem sempre “mais” é sinônimo de “melhor”. Isso quer dizer que você pode produzir um blogpost por mês, a cada 15 dias ou toda semana, conforme sua agenda permitir. Foque seus esforços em produzir bons conteúdos, que sejam bem referenciados, com embasamento teórico e relevância no mercado.

Desta forma, além de ganhar um bom rankeamento, seu público irá te ver como um detentor de conhecimento, e não como um disparador de conteúdos repetitivos.

3. Autoridade de link

Além de estudar a autoridade de domínio e de página, é preciso compreender mais sobre o que os analistas chamam de autoridade de link.

Dentro das suas páginas há diversos links, não é mesmo? Neste blog post, por exemplo, já te entregamos diversos deles, incluídos dentro do texto ou nas bordas do site. Todos são analisados a partir de critérios de confiança e qualidade, assim como os demais links existentes em todos os portais.

Toda e qualquer referência que você utilizar em seu domínio deve ser muito bem pensada, principalmente quando se trata de link externo. Procure evitar a referência de portais ou sites desconhecidos, com pouca autoridade ou que lhe pareçam estranhos. Tente sempre encontrar quem cria conteúdo há mais tempo, dando prioridade para empresas, portais de notícia e criadores com mais tempo de mercado. Além disso, mantenha-se atento aos critérios de autoridade que apresentaremos abaixo.

Atributos NoFollow

Alguns sites permitem que você utilize o atributo NoFollow para linkagens negativas que não podem ser evitadas. Por exemplo, se você tem um blog de medicina e precisa falar sobre as leis do direito médico, referenciando o Governo Federal por meio de suas portarias, é fundamental. 

Sites do governo, como dos ministérios ou de prefeituras, costumam ter um tráfego muito sujo, com acessos ruins e má otimização. Desta forma, eles podem poluir a maneira que a Google vê seu site no longo prazo. 

Desta forma, dê prioridade para ativar o modo NoFollow nestas opções, informando ao buscador que você não deseja que seus leitores sigam naquele link referenciado.

Autoridade da página referenciada

autoridade de domínio

Assim como dito antes, a referência deve ser feita para páginas que contem com boa autoridade, detentoras de nome no mercado. Se você for trabalhar o link building de notícias no seu portal, dê preferência para grandes criadores de conteúdos e jornais renomados, ao invés do site da sua cidade ou um jornal acadêmico.

Assim, por estar dando créditos a um grande criador de conteúdo, você mostrará que se importa com seus usuários, e passará a ser visto como um bom produtor de conteúdo.

Número de links na página

Mais acima, te explicamos sobre uma das práticas de black hat, que é a má utilização das técnicas de SEO. Aqui, é preciso ter atenção redobrada para não cair neste erro. 

O número de links da sua página precisa ser escolhido de modo controlado. Ou seja, é preciso dar referências para conteúdos internos e externos, porém sem abusar dos limites. Não coloque muitos links e dê prioridade para explicar os tópicos em texto ao invés de redirecionar para outras páginas. Desta forma, além de realizar uma boa prática, você garante que sua taxa de retenção se mantenha alta.

Onde posso ver minha autoridade?

Como dito no começo do texto, a autoridade de domínio, página e links não são dados entregues pela Google diretamente em suas plataformas. Porém, a Moz e alguns outros sites realizam este trabalho para você, dando a informação necessária sobre a pontuação do seu site.

  • MozBar: a extensão foi criada pela própria pesquisadora do tema. Ela realiza a análise das três autoridades do seu site, te apresentando um dado geral sobre como está a saúde do seu domínio. Ela também pode analisar os links que você referencia, identificando as práticas feitas e como melhorá-las. Também é possível ver a pontuação de outros sites, estudar suas ações e saber quais você ainda pode aplicar no seu portal.
  • Open Site Explorer: outro analista da Moz, que pode te ajudar na análise de autoridade de domínio como um todo. Além de trazer todas as informações sobre sua página, como posição no ranking e a pontuação do seu site, ela também te fornece dados da autoridade de página e link individualmente.
  • Small SEO Tools: uma ferramenta semelhante com a anterior, porém mais focada em pessoas que compreendem menos do tema. Isso porque ela é mais simples e intuitiva de utilizar, sem a necessidade de ter grandes conhecimentos sobre o assunto para analisar os dados e tirar conclusões.
  • SEMrush: o SEMrush tem, além das suas funcionalidades mais tradicionais pelas quais ele é conhecido, sua própria análise de autoridade de domínio. Ela também funciona em uma escala de 0 a 100, mas possui critérios próprios de pontuação, que são uma boa forma de entender como está a sua situação no mercado.
Análise de SEO

Agora que você já entende tudo sobre a autoridade de domínio, de página e de link, pode começar a aplicar no dia a dia do seu site! 

E se precisar de alguma ajuda neste processo, conte com a Arcana. Aqui, nós estamos dispostos a te ajudar a crescer, ranqueando acima dos seus concorrentes, gerando mais visibilidade ao seu site. Clique aqui para entrar em contato e saber mais!

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu e-mail: