Como montar uma vitrine em 5 passos

Publicado 02/02/2021

Para quem trabalha com varejo físico, saber como montar uma vitrine é fundamental. Ela é uma das maiores formas de comunicação com o seu público consumidor. Além de ser o cartão de visitas da loja, a vitrine é a principal ferramenta de marketing do varejista. Tenha em mente: a vitrine é quem comunica a quem está do lado de fora as intenções da loja.

Uma vitrine bem montada funciona como um vendedor extra para a loja. No entanto, há técnicas que podem ser aplicadas para que isso funcione. Elas se reúnem em um conjunto estratégico chamado de visual merchandising. Essa estratégia tem como premissa básica expor os produtos de maneira atrativa para promover a venda. 

Sendo assim, imagine que alguém está passando pela rua, observando as lojas. Essa pessoa irá parar na frente da vitrine que mais lhe chamar a atenção e entrará no local se os produtos despertarem o seu interesse. Por outro lado, se a vitrine tiver uma composição confusa e causar dúvidas, ela passará para a próxima loja sem hesitar.

Qual das duas situações você deseja que ocorra com a sua loja? Se você respondeu “a primeira”, continue a leitura e confira sete dicas de como montar uma vitrine capaz de guiar os passos do cliente para a sua loja!

1. Defina seu público-alvo

Saber para quem você está se comunicando é a primeira coisa a levar em consideração quando falamos sobre vitrinismo. Seja numa campanha publicitária, num planejamento de mídias sociais ou na hora de buscar como montar uma vitrine, a definição do público-alvo ajudará a definir as escolhas que serão tomadas nos próximos passos. 

Se a sua loja não é uma grande rede de departamentos, com ambientes variados e que atingem vários públicos e classes sociais, então é fundamental saber quem é o alvo para direcionar toda sua comunicação de forma precisa.

Sabemos, no entanto, que todo lojista, principalmente no começo, sonha em atingir todos os tipos de público. A questão é que essa estratégia é muito arriscada, pois quem tenta fazer isso acaba não falando com ninguém.

Para definir o seu público-alvo é preciso considerar a segmentação de mercado e utilizar técnicas capazes de definir e avaliar os potenciais consumidores.

Aqui estão os passos para definir o da sua loja:

Conheça bem o seu produto

Tenha bem claro na sua mente qual é o valor que ele entrega ao consumidor, bem como os motivos que levariam alguém a comprá-lo ou contratá-lo, caso estejamos falando de um serviço. Esse é o ponto básico para saber como montar uma vitrine.

Se você entende a fundo os benefícios que ele tem e os problemas que essa solução resolve, será mais fácil identificar as pessoas que precisam dele.

Estude o mercado no qual atua

Como montar uma vitrine: iluminação

Expanda os horizontes para entender onde essa solução se encaixa dentro do mercado. Observe também contextos maiores dentro do seu ramo de atuação, ou seja, os sociais e os econômicos. Explore pesquisas feitas por órgãos oficiais, que trazem informações relevantes sobre o mercado. Um deles é o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Aqui também é o momento de fazer a análise da concorrência, ou seja, buscar entender como os seus competidores (diretos e indiretos) estão se posicionando no mercado.

Realize pesquisas de campo

Entre achar e ter certeza, qual você prefere? Quando falamos sobre público-alvo, é importante achar menos e ter mais certezas. Por mais que você se coloque no lugar do consumidor, jamais terá a mesma impressão que ele. Ao buscar como montar uma vitrine

É aqui que entra a importância de ir para campo, direto na fonte. Crie formulários online e peça a ajuda de amigos ou de pessoas que sejam o seu público. Prepare perguntas pertinentes que contribuam para a construção desse público-alvo ideal. Além das informações demográficas, faça questionamentos qualitativos.

2. Parta para o objetivo da sua vitrine

Agora que você sabe identificar o público-alvo da sua vitrine, que tal pensar em um objetivo para ela? Você pode se perguntar “mas vitrine tem objetivo?”. Tem sim, e a gente pode provar isso!

O primeiro objetivo de uma vitrine é despertar a atenção dos consumidores que estão passando na frente dela. Esse é o ponto principal. O caso é que chamar a atenção de alguém, por si só, pode ser feito de diversas formas, como pôr um manequim com uma melancia na cabeça. Porém isso se converterá em vendas? Muito dificilmente!

Partindo desse ponto, o objetivo de despertar a atenção deve estar atrelado a outros objetivos, que podem ser:

  • Vender produtos de alta margem;
  • Aumentar a lucratividade do negócio;
  • Divulgar um lançamento;
  • Reforçar as vendas de uma campanha;
  • Escoar estoque;
  • Comunica promoções.

Agora você entende a relação de como montar uma vitrine objetiva e as vendas?

3. Organize a vitrine da sua loja

O próximo passo sobre como montar uma vitrine de sucesso é aprender a organizá-la, afinal, você não vai querer transmitir uma imagem de desleixo.

Quando a vitrine é bem elaborada, torna-se capaz de chamar a atenção até daqueles consumidores que nem planejavam visitar sua loja. Para que seja atrativa, você deve trabalhar na correta disposição dos elementos, bem como escolher os itens que serão expostos e ainda obedecer às regras de identidade visual.

Nós separamos algumas dicas para organizar a sua. Dá uma olhada:

Tenha um calendário de datas comemorativas

Organize um documento com todas as datas comemorativas do ano e que são relevantes para o varejo, como Natal, Black Friday e Dia das Mães. Isso já te ajuda a entender como montar uma vitrine para cada ocasião.

No caso das datas comemorativas é muito importante que elas sejam decoradas com elementos que tenham a ver com elas. Prepare, portanto, cenários temáticos para essas datas especiais. Você pode utilizar itens decorativos, luzes, banners, adesivos e outros elementos.

Cuidado com a identidade visual das marcas, inclusive a sua

Papo sério, tá? Por mais que a vitrine seja um espaço para arrasar na criatividade, tome cuidado com a identidade visual das marcas e obedeça-as. Seja criativo dentro dos limites. Um belo exemplo que temos no mercado brasileiro é o das Lojas Americanas, conhecidas pela predominância da cor vermelha em suas vitrines e comunicações.

Na Black Friday, uma das maiores datas do calendário comercial do nosso país, as Americanas optaram por criar a Red Friday. É a Black Friday, só que vermelha! Esse tipo de cuidado das Lojas Americanas foi fundamental para não descaracterizá-la. O mesmo deve ocorrer em relação às marcas dos produtos.

Uma geladeira premium, por exemplo, não pode ser colocada na vitrine no meio de uma cozinha simples. Da mesma forma, uma cervejeira ficaria inadequada ao lado de brinquedos. Ao buscar como montar uma vitrine, não se pode separar contexto de produto, jamais!

Aposte em painéis digitais

Os painéis digitais otimizam a visualização das mercadorias na vitrine, complementando informações ou destacando funcionalidades. Eles também são visualmente atrativos e alguns modelos permitem a exposição de diferentes tipos de mídias, como vídeos e GIFs.

O conteúdo exibido pode ser o estímulo necessário para atrair o consumidor e fazê-lo entrar em sua loja.

Faça uma checklist para melhorar a organização da vitrine

Aproveite essa organização de como montar uma vitrine para fazer uma checklist e acompanhar todos os passos necessários para deixar esse espaço perfeito. Veja como está o andamento de tarefas como a compra de materiais, o envio das artes promocionais para a gráfica, os prazos e outros.

4. Garanta uma excelente iluminação

Mantenha a sua vitrine atualizada

Além de se focar em como montar uma vitrine com produtos, é muito importante que esse espaço tenha uma excelente iluminação. Você sabia que quando ela é adequada, pode garantir o sucesso nas vendas? Uma vitrine bem iluminada causa o efeito é a persuasão que você precisa. No entanto, é fundamental conhecer diferentes tipos de iluminação e lâmpadas para tomar decisões que contribuam para o estilo de decoração da loja.

A boa iluminação em uma vitrine faz toda a diferença para quem está a observando. É por meio da iluminação que o lojista consegue passar o sentimento da loja — passo fundamental em como montar uma vitrine.

A luz amarela, por exemplo, passa a sensação de acolhimento e intimidade. Ela faz o cliente se sentir mais à vontade, pois imita uma iluminação mais natural. A luz branca é mais fria, deixando o ambiente mais sério. Para abordar melhor sobre como montar uma vitrine com boas luzes, trataremos abaixo dos tipos de lâmpadas:

Tipos de lâmpada

As lâmpadas refletoras e dicroicas são ótimas para uma iluminação direta e de destaque, mas com um tom suave. São as queridinhas das lojas de artigos de luxo, porque dão um toque de sofisticação. Apenas tome cuidado, porque essas lâmpadas são quentes e podem acabar esquentando demais a vitrine, prejudicando o material de acabamento de alguns produtos mais delicados. O ideal, ao pesquisar como montar uma vitrine, é preparar sua instalação a uma distância de, no mínimo, 1 metro.

Já as lâmpadas halógenas incandescentes são as que dão um efeito de luz natural. Elas também não mudam as cores dos produtos, valorizando as tonalidades deles. Além disso, costumam durar bastante. São ótimas para iluminar roupas.

As lâmpadas fluorescentes já fazem uma iluminação difusa, então são ótimas para vitrines internas. Garantem que todos os produtos fiquem bem visíveis, sem destacar um em específico. E o LED branco ou colorido garantem economia elétrica e vida útil estendida. Ele funciona bem em iluminação direta ou indireta, porque é muito versátil.

Iluminação de acordo com o objetivo da loja

Uma loja que deseja ser simples, clean e acessível, mas organizada e aconchegante, deve investir em um ambiente bem claro desde a vitrine. Aqui, a dica como montar uma vitrine é apostar nas lâmpadas halógenas incandescentes. Se a sua loja é elegante e sofisticada, mescle iluminação direta e indireta na vitrine. O jogo de luz e sombra influencia nas cores e transmite sofisticação.

Dica: Pontos de luz direcionados para um peça especial ajudam a dar destaques para os pontos altos do que está sendo exposto.

5. Atenção com o layout da vitrine

Agora que você sabe como montar uma vitrine iluminada, atente-se às normas e padrões que devem ser considerados ao projetar a distribuição dos elementos que compõem uma vitrine. A vitrine precisa ter um ponto focal que direcione o olhar de quem a vê a partir da rua ou corredor.

As maiores, por exemplo, devem contar com mais de um ponto focal. Esse ponto focal precisa estar situado justamente abaixo do nível do olhar, um pouco descentralizado, para estimular aquela olhadinha por toda a vitrine — para que todos os produtos sejam percebidos.

O infográfico trata sobre como montar uma vitrine com ponto focal. Ele explica o conceito em questão, quem pode utilizá-lo e quais cuidados básicos são precisos. Além disso, traz o desenho das quatro áreas em questão, explicando-as.

Outro ponto importante na hora de pensar como montar uma vitrine é que um espaço cheio pode criar uma confusão visual. Portanto, crie um ponto focal que desperte maior interesse e os demais funcionando como apoio, sem disputa por atenção.

Uma vitrine de sucesso tem equilíbrio, ou seja, quando a composição tem o mesmo peso ótico. Ele pode ser formal, que é mais fácil de ser compreendido porque cria uma imagem espelhada a partir do uso de objetos parecidos, ou informal, quando vários objetos criam uma distribuição uniforme de peso. 

Já o agrupamento de objetos tem dois estilos. O piramidal, como o nome indica, forma uma pirâmide com os produtos e acessórios. O outro é o de repetição, onde os itens repetidos criam uma apresentação impactante.

6. Mantenha a sua vitrine atualizada

É importante que a vitrine seja renovada em um curto espaço de tempo. Vitrines que demoram muito para serem modificadas se tornam desinteressantes e ultrapassadas. Ao perceber que a sua vitrine permanece a mesma, o cliente irá considerar que não há novidades na sua loja. 

Para buscar inspiração de como montar uma vitrine, você pode utilizar aplicativos de fotos e imagens como o Pinterest ou o Instagram. Definir uma paleta de cores para a sua vitrine, mesmo que seus produtos não estejam relacionados à moda, ajudam a criar coerência e harmonia e facilitam o entendimento do cliente. 

Lembre-se de que, ao trocar os produtos, é preciso atualizar os valores na exposição. No Brasil, o código do consumidor obriga que os produtos expostos tenham o preço indicado na vitrine, para que o consumidor tenha conhecimento do valor antes de entrar na loja.

Dica: Além das datas especiais como Natal, Dia dos Namorados e afins, preste atenção no que está na moda na televisão e internet. Produtos utilizados por certos influenciadores podem ajudar a pautar a sua vitrine e garantir vendas para a sua loja. Mas cuidado para não cometer excessos e sobrecarregar o espaço com informação demais.

7. Tenha um bom controle de estoque

Nosso último ponto sobre como montar uma vitrine diz respeito ao estoque. Ao selecionar os produtos que serão expostos, lembre-se de conferir se há estoque suficiente não só para um aumento nas vendas, mas também na grade dos produtos.

Ao entrar na sua loja por conta de um produto exposto e receber a notícia de que não há mais unidades disponíveis, seu cliente ficará insatisfeito. O mesmo irá acontecer para uma numeração ou cor em falta.

Ter uma boa gestão de estoque não auxilia apenas o desempenho da vitrine, mas também a quantidade e qualidade das vendas. O mesmo vale para produtos com pouco estoque: exceto no caso onde o objetivo for o escoamento, colocar peças com poucas unidades na vitrine só trará mais trabalho para você na medida que você precisará substituir o que está exposto por produtos novos, conforme a venda for acontecendo, e no contorno da situação com clientes frustrados.

Dica: Com um estoque organizado é possível visualizar estilos e combinações para futuras vitrines.

Ficou mais claro como montar uma vitrine? Agora que você já está apto a montar sua vitrine, que tal investir de fato no digital? Clique aqui para conferir o que é o social selling e como ele pode auxiliar seu negócio.

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu e-mail: