Full commerce: o que é e por que apostar nesse modelo?

Publicado 18/03/2022

Abrir uma loja virtual é simples. Você precisa de um domínio, uma hospedagem, uma plataforma de e-commerce e alguns produtos ou serviços para vender. Mas isso não quer dizer que seja fácil manter as operações do e-commerce e fazer seu negócio prosperar na internet.

A tendência de crescimento do full commerce ajuda a evidenciar isso. Essa expressão se refere a um modelo de negócio de comércio eletrônico que terceiriza todas as suas operações. É uma maneira de passar às mãos de um parceiro que tem expertise na área todas as atividades do seu e-commerce, com a intenção de otimizar a sua performance.

Então, esse modelo pode trazer muito mais resultados para as lojas virtuais, além de evitar que se percam no caminho e tenham que fechar as portas…

Neste artigo, vamos desvendar o que é full commerce, como funciona esse modelo e por que é uma tendência importante do comércio eletrônico. Continue a leitura para saber mais.

O que é full commerce?

Full commerce é a terceirização das operações de um e-commerce, com soluções de ponta a ponta. Nesse modelo de operação, a empresa terceiriza todas as áreas e etapas de um e-commerce, que inclui desde o planejamento, gestão de canais, marketing e vendas, estoque e logística, atendimento ao cliente, entre outras.

A empresa terceirizada geralmente oferece toda a infraestrutura necessária para executar o projeto. A própria empresa pode desempenhar as tarefas e oferecer os serviços ou contar com parceiros para áreas específicas do e-commerce, com negociações mais vantajosas.

A intenção de uma empresa que adota o modelo full commerce é otimizar as operações da sua loja virtual, em todas as suas áreas, com parceiros que têm expertise no assunto. Ao final, o que a loja deseja é oferecer uma melhor experiência ao cliente e fazer seu negócio crescer com mais vendas.

A decisão de optar por esse modelo pode depender do momento da empresa, da sua maturidade digital ou das dificuldades de aprendizado da equipe. Mais adiante, você vai entender melhor quando vale a pena terceirizar as operações do seu negócio online.

Como funciona o modelo de negócio full commerce?

Empresas que oferecem o serviço de full commerce reúnem todas as especialidades necessários para operar um e-commerce.

Elas atendem clientes que operam com lojas virtuais, marketplaces e outros canais de vendas online. Geralmente são lojistas que não tem o know-how para gerenciar um projeto de e-commerce e veem vantagem na contratação de uma empresa terceirizada.

A empresa de full commerce pode ter equipe e infraestrutura para oferecer serviços em diversas áreas do e-commerce, muitas vezes de ponta a ponta. Mas geralmente conta com parceiros para oferecer determinados serviços, com quem conseguem estabelecer negociações mais vantajosas do que se fossem realizadas diretamente com as lojas virtuais.

Dessa maneira, os lojistas terceirizam as operações do e-commerce que não dominam e podem se dedicar à gestão do negócio.

Por que o full commerce pode ser uma solução para os lojistas?

Abrir um e-commerce envolve uma série de atividades que muitas vezes surpreendem os empreendedores. Para quem vê de fora, uma loja virtual pode parecer apenas um site que vende produtos. Mas não é tão simples assim.

Quem está por trás de um e-commerce de sucesso sabe que ter um negócio online envolve muito mais que um site de vendas. Os desafios começam quando você precisa entender o ambiente digital de vendas, que é bem diferente das lojas físicas, com as quais muitos lojistas estão habituados. É preciso entrar na era digital para vender pela internet.

Além disso, são diversas atividades envolvidas. Vender pela internet passa pelo planejamento, formalização do negócio, contratação e implementação de plataformas de e-commerce, integração entre canais de vendas, gestão de pedidos, estoque, logística, marketing, atendimento ao cliente, meios de pagamento, segurança digital, entre outras atividades.

Então imagine que quem está entrando no universo do e-commerce não deve dominar todas essas áreas. Até mesmo lojistas mais experientes podem não ter dificuldades em manter as operações eficientes e dispor de equipe e tecnologia para tudo isso.

Diante dos desafios do e-commerce, muitos empreendedores podem pensar em terceirizar áreas do seu negócio, como a contabilidade, a logística e o marketing. Mas nem todos sabem que é possível contratar uma empresa para realizar toda a operação do e-commerce — o que é possível com o modelo de full commerce.

Portanto, o full commerce funciona como solução para quem precisa de um parceiro para otimizar suas operações. Nesse caso, a empresa terceiriza todas as suas operações, enquanto se preocupa com a gestão do negócio, o desenvolvimento dos seus produtos e o alcance das suas metas.

Isso significa melhorar a experiência do cliente, ter mais retorno sobre os investimentos e, é claro, vender mais. No mercado atual, tudo isso é necessário para garantir mais competitividade. 

Quais as vantagens do full commerce?

A seguir, vamos explicar mais detalhadamente quais são as vantagens de contratar uma empresa de full commerce para o seu negócio.

Contar com a expertise de um parceiro

Full commerce: conte com a expertise de um parceiro

Se você não domina as operações de um e-commerce, é melhor contar com um parceiro que domine. Uma empresa de full commerce tem uma equipe que vive imersa no mundo do comércio eletrônico e sabe trabalhar com as tecnologias e linguagens dessa área.

Dessa forma, você conta com a expertise de quem entende do assunto e pode elevar os resultados do seu negócio.

Manter o foco no produto e na gestão

Enquanto o seu parceiro gerencia as operações do e-commerce, você pode se dedicar à gestão do negócio. Os dados gerados pela empresa de full commerce sobre o desempenho das suas vendas podem embasar decisões de produto, orientar a definição de metas, aprofundar o conhecimento dos seus clientes, entre outros benefícios.

Assim, você pode aumentar a eficiência da sua gestão, enquanto as operações rodam sem você se preocupar.

Otimizar os custos das operações

Quando você internaliza as operações do e-commerce, precisa investir separadamente em diversas funções, como a gestão do estoque, da logística e do marketing. Isso tende a gerar mais custos do que se você centralizasse as operações em um fornecedor.

É isso que acontece quando você investe no full commerce. Você só precisa investir na contratação de um parceiro, que se responsabiliza por toda a operacionalização do e-commerce. 

Aumentar o ROI

A intenção de investir em um full commerce é gerar mais resultados para o seu negócio. Então, se você consegue ter mais retorno e, ao mesmo tempo, reduzir os custos das operações, isso significa que o ROI tende a aumentar.

O ROI se refere ao retorno sobre os investimentos, ou seja, quanto dinheiro você ganha para cada real investido no e-commerce. Então, com o full commerce, esse retorno deve ser maior.

Oferecer uma melhor experiência ao cliente

A experiência do cliente com a sua loja se torna mais valiosa quando você conta com um parceiro de full commerce.

A empresa é capaz de otimizar todas as suas operações com foco no consumidor, de maneira que as pessoas naveguem facilmente pelo site, paguem com segurança, recebem o produto no prazo e sejam bem atendidas. Dessa forma, você ganha a satisfação e a confiança dos clientes.

Quais são os serviços de um full commerce?

Agora, vamos entender melhor quais são os serviços que um full commerce oferece.

A empresa pode oferecer soluções de ponta a ponta no comércio eletrônico, mas destacamos aqui as principais áreas de uma loja virtual, para você perceber os principais desafios que pode enfrentar na gestão do e-commerce e como a terceirização pode ser vantajosa. Acompanhe:

Implementação de plataformas de e-commerce

Uma empresa de full commerce têm expertise na operação e na implementação de plataformas de e-commerce.

Os serviços incluem a contratação, a customização, o desenvolvimento de módulos e funcionalidades, a otimização e a integração da plataforma com todos os sistemas que o cliente precisa para operacionalizar o e-commerce. 

Cadastro de produtos

Você também pode contar os serviços de cadastro de produtos, que pode ser feito com automação pela empresa. Esse trabalho operacional é especialmente valioso para lojas virtuais de médio a grande porte, que têm uma infinidade de produtos para cadastrar.

Dessa forma, você garante agilidade e eficiência para colocar seus produtos à venda na internet.

Descrição e fotos de produtos

Um parceiro de full commerce também pode ser responsável pela produção dos conteúdos das páginas de produto.

As descrições, especificações técnicas, as fotos e os vídeos dos produtos podem ser desenvolvidos pela empresa, pensando na experiência do usuário, na conversão do e-commerce e na otimização para SEO.

Marketing digital para e-commerce

O marketing digital é um dos principais aliados do e-commerce. Para ter sucesso nas vendas online, você precisa de estratégias de e-mail marketing, redes sociais, SEO, marketing de conteúdo, mídia paga e muitas outras.

No full commerce, seu parceiro é responsável por operacionalizar essas estratégias, a fim de atrair e converter mais clientes no e-commerce. 

Gerenciamento de pedidos

Receber pedidos pode parecer fácil, mas se torna uma tarefa árdua quando o volume de vendas aumenta, e você precisa integrar diversos canais.

Uma empresa de full commerce deve contar com softwares de integração que capturem, processem os pedidos e acionem a logística, tudo de forma automatizada e com a visão completa do estoque. Os serviços devem proporcionar uma operação omnichannel eficiente.

Sistemas de pagamento e prevenção à fraude

Os consumidores querem segurança para comprar no e-commerce. Por isso, uma empresa de full commerce deve trabalhar com sistemas de pagamento confiáveis e reconhecidos no mercado, que protejam os dados dos usuários contra roubos e fraudes.

Além disso, é importante oferece uma variedade de meios de pagamento para conquistar clientes com diferentes preferências na hora da compra. Isso vai ajudar a aumentar a sua taxa de conversão.

Armazenagem

Full commerce: amarzenagem

O estoque dos produtos geralmente é bastante oneroso, já que é preciso dispor de um grande espaço e de tecnologias para gerenciar o armazenamento. Por isso, o parceiro de full commerce oferece também esse serviço, com segurança para os produtos, para que você não precise se preocupar com essa tarefa.

Picking e packing

Picking e packing envolvem os processos de separação dos pedidos e embalagem para envio. Fazem parte da logística de entrega dos produtos e também estão entre os serviços de uma empresa de full commerce.

Ela é responsável por acionar a coleta dos itens no armazém com agilidade, para que eles cheguem até as mãos do cliente no menor prazo e de forma impecável, com o produto certo e sem avarias.

Entrega e logística reversa

Depois de armazenar, separar e embalar os produtos, é preciso enviá-los — e, se necessário, realizar a troca ou devolução a pedido dos clientes.

As empresas de full commerce têm parcerias com diversas transportadoras, com contratos vantajosos que possibilitam oferecer diversas opções de entrega com preços reduzidos. Com bons parceiros, você pode oferecer a entrega até no mesmo dia ou no dia seguinte.

SAC

O atendimento ao cliente é indispensável no e-commerce. Como as compras são à distância, existem muitas chances de acontecerem equívocos na compra e problemas na entrega. Por isso, o suporte ao cliente é uma área delicada, que precisa de uma equipe ágil, eficiente e qualificada. 

No full commerce, você conta com os serviços do seu parceiro, que já tem experiência em SAC nos mais diversos canais, online e offline.

Gestão de dados e BI

Um bom parceiro de full commerce é focado em resultados para o seu negócio. Para isso, é preciso ficar de olho nas métricas e indicadores de performance, que permitem extrair insights para otimizar as suas estratégias.

Além disso, os dados enriquecem o conhecimento sobre o mercado e o consumidor, a fim de traçar melhores estratégias de comunicação e conversão dos clientes. Com uma boa gestão de dados, você aprimora a inteligência de negócio.

Quando vale a pena adotar o modelo full commerce?

Agora que você já sabe o que é full commerce, talvez se pergunte o que vale mais a pena: internalizar a operação do e-commerce, com equipe e infraestrutura própria, ou contratar uma empresa terceirizada?

Embora seja um modelo vantajoso para muitos lojistas, é importante avaliar o seu negócio para entender se o full commerce atende às suas necessidades.

Esse modelo costuma ser ideal para empresas que não têm uma cultura digital forte, ou seja, que ainda não passaram pela transformação digital e não sabem muito bem como lidar com as tecnologias.

Quem quer ter sucesso no e-commerce precisa dominar diversas ferramentas e saber falar a linguagem da web. Então, se a sua empresa não tem maturidade digital, é melhor contar com um parceiro que domine o universo digital.

Além disso, o full commerce pode ser a melhor solução também para quem não quer montar uma equipe interna ou não tem verba para investir em colaboradores e tecnologias. Nesse caso, um parceiro de full commerce pode ajudar com uma equipe especializada, experiente no assunto e com os softwares e integrações necessárias para a operação de um e-commerce.

Quando vale a pena adotar o modelo full commerce?

Se a sua empresa se identifica com essas situações, investir no full commerce vale a pena e pode trazer os resultados que você tanto espera.

Mas, na hora de escolher uma empresa de full commerce, é importante procurar negócios com know-how comprovado, experiência na área e parceiros confiáveis, com boas soluções para todas as áreas.

Aqui na Arcana, somos especializados em marketing para e-commerce, mas também contamos com parceiros de contabilidade, finanças e fullfillment, que resolver todas as necessidades do seu e-commerce.

Se você está pensando em terceirizar o seu e-commerce, entre em contato conosco para saber como podemos atender a sua empresa e acelerar seus resultados.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu e-mail: