Marketing digital para e-commerce: tudo que você precisa saber!

Publicado 27/07/2022

Você sabia que, em 2020, cerca de 13 milhões de brasileiros fizeram a primeira compra pela internet? O motivo foi a pandemia, mas essas pessoas também tiveram uma motivação extra: o marketing digital para e-commerce.

Diante de uma situação de pandemia, com lojas físicas fechando, muitas empresas digitalizaram suas operações. Só que elas precisavam ser vistas pelo público, que de repente precisou contratar serviços pela internet.

O marketing digital para e-commerce se tornou um investimento indispensável para quem opera online, é cada vez maior o número de pessoas que fazem compras online.

Para você ter uma ideia, as vendas pela internet cresceram 27% em 2021 e atingiram um total de R$ 161 bilhões. Quem quiser manter esse crescimento no período pós-covid deve investir em boas estratégias de marketing.

Vale destacar que o mercado de comércio eletrônico é bastante competitivo, portanto, o marketing digital para e-commerce ajuda a impulsionar as vendas, além de aumentar a visibilidade entre o público.

Continue a leitura e conheça diferentes estratégias de marketing digital para e-commerce, além de saber quais desafios elas te ajudam a resolver!

Por que devo investir em marketing digital para e-commerce?

Quem trabalha com comércio eletrônico ou deseja vender online, precisa conhecer as vantagens das ferramentas do marketing digital para e-commerce.

Saber usá-las é uma forma inteligente de atrair mais clientes, além de criar uma melhor experiência de compra e se diferenciar da concorrência.

Muitas pessoas que ainda não tinham comprado pela internet, souberam o que é isso em 2021. A facilidade em ter um negócio digital é um atrativo e tanto para empreendedores.

Hoje há, inclusive, mais facilidades até para quem já tem um negócio físico e quer migrar ou expandir a operação para o ambiente online. Quando você domina esse canal e entende de marketing, cria o espaço perfeito para estimular as vendas.

Mas a questão é essa: entender de marketing digital para e-commerce. Se destacar e atrair clientes não é uma tarefa simples e nesse ambiente há muita concorrência.

Se você sabe como o marketing digital para e-commerce funciona e investe nele, consegue atrair clientes e melhorar a experiência de compra e o nível de satisfação.

Conheça as vantagens do marketing digital para e-commerce:

Baixo investimento e facilidade no controle

O marketing digital para e-commerce é conhecido por apresentar soluções cujo custo é reduzido, em comparação com o de médias tradicionais como TV, rádio e impressos.

Outra característica é a flexibilidade no controle de investimento. Você e sua equipe de marketing determinam o quanto vão investir em cada ação a ser realizada, podendo começar com um valor e mudá-lo conforme os resultados.

Mensuração de modo prático e rápido

Outra vantagem do marketing digital para e-commerce é a facilidade em mensurar absolutamente tudo. Sim, tudo!

Quando você investe numa campanha de TV, por exemplo, não tem como garantir que somente o público desejado vai assistir ao comercial. Qualquer pessoa que estiver em frente ao televisor poderá ver. Isso não ocorre na internet.

Quais as estratégias de marketing digital para e-commerce?

As ferramentas de marketing digital para e-commerce conseguem segmentar o público com bastante precisão, permitindo a entrega do conteúdo ao tipo de público selecionado.

É possível saber a quantidade de pessoas que viram uma publicação nas redes sociais, o tempo de permanência em cada página da sua loja e até quando há o abandono de uma compra.

Ter acesso a esses números é algo precioso, pois você consegue controlar o número de conversões por canal e campanha criada, entendendo quais ações funcionam e quais necessitam de melhorias.

Os dados extraídos das ferramentas de marketing digital para e-commerce se transformam em informações e insights para decisões capazes de beneficiar o negócio.

Maior abrangência

Diferentemente de um ponto de venda físico, a loja online não encontra barreiras geográficas para vender. Se você investe em marketing digital para e-commerce, consegue alcançar um público cada vez mais amplo.

Além de vender no seu site, algumas plataformas de e-commerce se conectam a grandes marketplaces — shoppings virtuais —, ou seja, seus produtos passam a ter uma visibilidade muito grande, chegando a localidades jamais pensadas.

Otimização na identificação de problemas

Outra vantagem do marketing digital para e-commerce é a alta capacidade de identificar e mitigar problemas, sempre de forma rápida e eficiente. Para isso, você deve monitorar as ações e seus resultados.

No meio online as opiniões são compartilhadas quase que de forma instantânea, então dá para identificar problemas diante de testes e até da repercussão do público.

Quais as estratégias de marketing digital para e-commerce?

Por meio do marketing digital para e-commerce, você direciona o tráfego do topo do funil para converter em vendas e clientes. Mas como fazer isso?

As estratégias de marketing digital estão aí para isso. Basta planejá-las para identificar quais delas resolvem os principais problemas da sua loja virtual. Nós listamos as mais importantes e contamos quais desafios elas ajudam a vencer:

Inbound Marketing

Também conhecido como marketing de atração, o Inbound Marketing é constituído por um conjunto de estratégias que atraem, convertem, vendem e encantam as personas do seu negócio.

Essa estratégia de marketing digital para e-commerce atrai os consumidores a partir da oferta de soluções para suas dores, necessidades e desejos.

Diferentemente de outras mídias, que interrompem o cliente com publicidade, o Inbound Marketing chega de forma orgânica. Isso ocorre porque ele atrai o consumidor que está em busca de informação.

Quando o consumidor busca por informação, ele pode encontrar conteúdos relevantes, produzidos e divulgados por sua loja online.

Eles são direcionados para as personas do e-commerce, bem como a etapa do funil de vendas em que se encontram. Isso é chamado de marketing de conteúdo.

Já o funil de vendas é o modelo que representa o caminho trilhado pelo consumidor, do momento que ele tem um problema — mesmo que não saiba disso — até a hora que efetua a compra. Esse funil é dividido assim:

  • Topo de funil: momento de descoberta, no qual a persona identifica que tem um problema e busca informações para entender melhor sua dor.
  • Meio de funil: o consumidor está no momento de consideração, então ele sabe que tem uma necessidade e vai buscar meios para saná-la.
  • Fundo de funil: aqui, o consumidor entende que precisa de uma solução e está decidindo a melhor opção. É a fase da decisão.

Observe que o Inbound Marketing é uma estratégia de marketing digital para e-commerce que aproxima sua loja e cria um relacionamento com o cliente, ou seja, torna mais fácil a apresentação e venda dos produtos.

Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo é a estratégia de marketing digital para e-commerce que cria e divulga conteúdo relevante e valioso com o objetivo de atrair, engajar e fidelizar o público. A consequência disso, além de gerar negócios, é aumentar a autoridade da sua marca.

Os conteúdos dessa estratégia podem ser desenvolvidos em diferentes formatos e canais. Alguns deles:

  • Artigos para blog;
  • E-books;
  • Infográficos;
  • Posts nas redes sociais;
  • Descrições para e-commerce;
  • Imagens e vídeos nas páginas dos produtos.

Para que o Marketing de Conteúdo funcione no seu e-commerce, tudo que é feito deve ser voltado para atender as dores e interesses das suas personas, sempre direcionando para o estágio do funil de vendas onde se encontram.

Se você vende suplemento alimentar, por exemplo, pode atrair seus consumidores para o topo do funil por meio de conteúdos que falam sobre os benefícios dos nutrientes em diferentes fases da vida.

Mídia de performance

Quer aumentar ainda mais o alcance do seu e-commerce para atingir mais consumidores? Basta investir em mídia de performance!

Google Ads e Facebook Ads são exemplos de mídia de performance e permitem a criação de anúncios patrocinados.

No caso do Google Ads, é possível fazer duas formas de anúncios patrocinados. A primeira é na rede pesquisa, ou seja, exibindo links dos seus conteúdos nas páginas de resultados do buscador.

Isso é feito por meio da compra de palavras-chave que estão relacionadas tanto ao seu negócio quanto aos produtos vendidos nele. Para identificar os termos certos é importante pesquisá-los em ferramentas como Google Keyword Planner e Ubersuggest.

A segunda maneira é a rede de display, que exibe os anúncios no formato de banner em sites parceiros do Google. Eles consideram diferentes dados, sendo um deles o histórico de navegação do usuário.

Se o usuário estava pesquisando sobre tênis e seu e-commerce vende esse tipo de produto, pode apresentar um anúncio seu em uma página que essa pessoa estiver navegando.

Mas não basta criar os anúncios. A estratégia de mídia de performance depende de uma boa segmentação do público-alvo, permitindo alcançar o consumidor ideal e, dessa forma, gerar tráfego qualificado para a sua loja online.

SEO

Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca, é um conjunto de práticas capazes de otimizar seu e-commerce para alcançar os primeiros resultados das ferramentas de busca.

Trata-se de uma estratégia que, de forma orgânica, ajuda a conquistar visibilidade para sua loja online. Permite que ela seja encontrada pelos consumidores com mais facilidade, enquanto fazem pesquisas online.

O SEO gera mais tráfego e oportunidades de venda para o seu negócio por meio de:

  • Definição de palavras-chave estratégicas e inserção nas páginas;
  • Criação de URLs curtas, diretas e amigáveis;
  • Otimização das páginas, deixando-as rápidas e responsivas;
  • Estruturação da arquitetura do seu e-commerce, estabelecendo categorias e subcategorias de produtos bem organizadas;
  • Produção de conteúdos de qualidade para o blog da sua loja on-line, bem como redes sociais, aumentando sua visibilidade e contribuindo para a jornada de compra do cliente.

Redes sociais

Quais as estratégias de marketing digital para e-commerce?

Por falar em redes sociais, essas plataformas são fundamentais para trabalhar as estratégias de marketing digital para e-commerce. É o caso do Facebook, Instagram, Twitter, YouTube, TikTok e outras.

As redes sociais devem ser utilizadas com inteligência, para disseminar seus produtos e conteúdos, além de fortalecer a imagem da empresa. Aproveite ainda para engajar a sua audiência e gerar vendas.

Essas plataformas também funcionam como canal para interagir com os consumidores, fomentando um relacionamento horizontal para que sua marca entenda os interesses e comportamentos deles.

Mas um ponto é bem importante: a sua loja online não precisa estar em todas as redes sociais. Escolha aquelas que têm a ver com o seu público, cujos formatos são consumidos por ele.

Enquanto um e-commerce de moda se dá bem em redes sociais visuais, como Pinterest e Instagram, um de eletrônicos pode decolar em plataformas de vídeo, como YouTube e TikTok, além do próprio Facebook e Instagram.

E-mail marketing

Sim, o e-mail marketing é uma das estratégias de marketing digital para e-commerce que funciona.

Essa ferramenta é essencial para nutrir seus clientes — além dos potenciais — com conteúdos relevantes, novidades e descontos.

Para que essa estratégia seja eficiente, é fundamental segmentar a base de contatos. As promoções e campanhas devem ser personalizadas de acordo com o perfil, os interesses e o histórico de compra desses consumidores.

O e-mail marketing precisa ser bem elaborado. O assunto do e-mail, por exemplo, tem que ser curto e chamativo. Isso colabora para incentivar o usuário a abrir o e-mail e conferir o conteúdo.

Por falar em conteúdo, o do e-mail marketing deve ser personalizado para ficar bem próximo do estilo de comunicação do seu público.

Ah! O mailing utilizado deve ser seu. Não faça spam, nem compre listas de e-mails. Essas práticas são proibidas pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Entre em contato somente com pessoas que deram autorização.

Remarketing

Essa estratégia de mídia paga exibe anúncios para os usuários que, de alguma forma, já interagiram com o seu e-commerce, mas que acabaram não finalizando a compra.

Sabe aquele hábito de colocar artigos no carrinho da loja online e simplesmente esquecer? O remarketing vem para lembrar!

Os sistemas identificam esses consumidores e os produtos visualizados. A partir disso, exibe-os novamente por meio de publicidades pagas, como a rede de display do Google Ads ou do Facebook Ads.

Por meio do remarketing, sua loja reforça o interesse que outrora foi demonstrado e aumenta as chances de finalizar a compra. É uma excelente estratégia para recuperar carrinhos abandonados.

Marketing de Influência

Já o marketing de influência é aquele que investe em influenciadores digitais para aumentar a presença online da sua loja e conquistar novos consumidores.

O segredo é encontrar os influenciadores certos, que se comunicam com o seu público. Eles devem ter valores alinhados ao do seu e-commerce, para que não haja conflitos.

Além disso, vale destacar que os conteúdos produzidos devem ser naturais, sem aquela cara engessada de propaganda.

Quando são divulgados nas redes sociais de forma autêntica, os produtos ganham status de desejados, pois as pessoas que inspiram os demais utilizam. Isso contribui para tornar sua marca uma referência no mercado.

Invista em marketing digital para e-commerce e alcance benefícios como baixo custo, maior exposição da marca, mais interesse do público e, consequentemente, mais vendas.

Fale com quem entende de marketing digital para e-commerce: entre em contato com a Arcana Marketing Digital e tenha um varejo de resultados!

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu e-mail: