As principais diferenças entre plataformas de e-commerce

Publicado 08/01/2021

Se você está se preparando para montar uma loja virtual, precisa ter em mente que um dos principais fatores para o sucesso do seu empreendimento está em uma boa base. Em outras palavras, entender as principais diferenças entre as plataformas de e-commerce é o passo mais importante para decidir o futuro da sua loja virtual.

É que a plataforma para o seu e-commerce será o sistema responsável por, entre outras coisas, apresentar suas mercadorias, vendê-las aos consumidores, além de toda a administração e gerenciamento dos produtos e pedidos.

Há três grandes grupos de plataformas de e-commerce: SaaS, Open Source e Tailor Made. Você vai saber sobre cada uma delas neste artigo.

Qual é a diferença entre plataformas de e-commerce SaaS, Open Source e Tailor Made?

Diferença entre plataformas de e-commerce

Antes de encontrar a melhor plataforma para suas necessidades, é preciso entender a diferença entre elas. Confira as principais:

SaaS

A sigla SaaS vem do Inglês Software as a Service, ou seja, Software como um Serviço. As plataformas de e-commerce SaaS tem como principal característica a sua praticidade, já que são plataformas prontas, com código fechado.

Se a sua loja virtual não exige nenhum tipo de customização e você tem pouco orçamento para investir, a plataforma SaaS é a solução mais recomendada. Com ela, não há  preocupação com infraestrutura de data center e atualizações de software, já que a base de back-end (o código da plataforma) e front-end (a cara do seu site) já vêm programadas.

Entretanto, é importante ter em mente que nesse tipo de plataforma a customização é mínima, as funcionalidades são padronizadas e novas funcionalidades não são adquiridas facilmente!

A maior vantagem do modelo SaaS é que ele costuma incluir a hospedagem do e-commerce e também uma SLA (Service Level Agreement, ou Acordo de Nível de Serviço). Contudo, a maior desvantagem é que nem sempre a estrutura de hospedagem possui alta disponibilidade e escalabilidade para suportar grandes picos e sazonalidades do varejo.

Open Source

As plataformas de e-commerce Open Source, como o próprio nome sugere, são sistemas modulares de código aberto, onde é possível uma personalização quase completa do seu e-commerce. Com o open source, além do controle absoluto do seu site, você ganha portabilidade e não fica dependente de servidores ou hospedagens de plataformas, como no caso dos SaaS.

Se o seu projeto de loja virtual precisa de um alto nível de customização e a necessidade de múltiplas integrações, essa é a solução mais recomendada. A principal vantagem das plataformas de e-commerce open source é sua arquitetura de software modular, que te dá a liberdade de desenvolver as partes consideradas estratégicas, como um site responsivo por exemplo, e terceirizar outras partes do desenvolvimento que são menos importantes. 

Outro ganho pela opção de código aberto é que você pode desfrutar de extensões e módulos desenvolvidos por comunidades de desenvolvedores de todo mundo.

A principal desvantagem é que para desfrutar de todos esses benefícios, você precisa investir um pouco mais em implementação, integração e customizações. Portanto, se você optar por desenvolver seu e-commerce internamente, partindo de um open source, você precisará separar parte do orçamento para contratação e treinamento de equipe especializada.

Tailor Made

Finalmente, as plataformas de e-commerce com desenvolvimento específico, também conhecidas como tailor made, são aquelas construídas sob medida para o seu projeto. 

Nesse caso, todas as atribuições (tanto de front-end como de back-end) são criadas do zero, focadas nos objetivos e desempenho específicos do seu e-commerce. As plataformas de e-commerce tailor made são desenvolvidas exclusivamente e unicamente para o seu negócio.

Portanto, para desfrutar de uma plataforma do tipo, você precisará contratar uma equipe de TI, terceirizar o serviço com um freelancer ou contratar uma empresa de desenvolvimento de sistemas de e-commerce. 

A grande vantagem é sua exclusividade e personificação. A grande desvantagem é que ela costuma ser extremamente cara e o tempo para implementação é bastante demorado.

Como escolher a plataforma certa para o seu negócio?

Como escolher a plataforma de e-commerce

A gente sabe que escolher plataformas para e-commerce não é uma tarefa fácil, especialmente porque a decisão incorreta pode atrapalhar a suas estratégias de crescimento. Antes de começar a investir em mídia paga ou então em marketing de conteúdo, escolher a melhor plataforma é essencial para o sucesso da sua loja.

Para fazer a escolha certa, leve em consideração estes fatores:

  • Investimento: custo para criação, implementação e uso;
  • Recomendações: se o seu tipo de empresa se enquadra nas recomendações de uso da plataforma;
  • Quem utiliza: quais outras lojas também usam a plataforma; ou contrataram o serviço de desenvolvedor (no caso da tailor made);
  • Prazo para implementação: se você tem pouco ou muito tempo de desenvolvimento para colocar o site no ar.
  • Capacidade de Integração com seu Sistema de Gestão: se a plataforma consegue “conversar” com seus sistemas de gestão, para evitar dados duplicados ou desatualizados no sistema.
  • Funcionalidades: número de extensões e funcionalidades disponíveis para cada segmento;
  • Facilidade de Uso: praticidade para administrar e navegar pelo sistema da plataforma;

Agora que você aprendeu a diferenciar os principais tipos de plataformas de e-commerce, é hora de trazer a sua loja virtual para a realidade! Agende uma conversa conosco e descubra como podemos te ajudar.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu e-mail: