Rich Snippets: o método para conseguir mais cliques em links

Publicado 10/08/2021

Quando procuramos sobre uma dúvida no Google, diversas páginas com as mais variadas respostas aparecem da SERP. Porém, algumas acabam se destacando entre as demais, ganhando espaços únicos e uma visibilidade maior. Isso acontece porque estas utilizam uma ferramenta que não é nova no mercado, mas que começou a ser falada há pouco tempo: os rich snippets. 

Você sabe sobre o que se trata? Quer aplicar na sua empresa? Então vem conosco, que vamos te apresentar mais sobre o assunto.

O que são rich snippets?

Rich snippets, em tradução direta, significa “fragmentos ricos”. Ou seja, são trechos do seu conteúdo, informações básicas ou pedaços de algo que você utiliza como isca. Funciona como uma trilha de migalhas, que é deixada para atrair curiosos e fisgá-los para acessar sua página.

Eles se localizam em destaque nas SERPs, em um espaço chamado de “posição zero”. Este, geralmente é o topo da página de pesquisa, muitas vezes abaixo apenas dos anúncios publicitários. Porém, mais adiante mostraremos que há rich snippets em posições diferentes, mas com o mesmo intuito: destacar sua marca e trazer mais informação sobre ela.

Ainda não há um estudo claro e concreto sobre os critérios exatos que os robôs do Google utilizam para este ranqueamento. Mas o que sabemos é que existe uma pré-definição a partir de configurações feitas pelo criador de conteúdo, tanto no site em si quanto nas páginas de texto ou demais publicações. 

Ao conhecer as regras e macetes do rich snippets, você pode começar a gerar mais espaços para sua marca, conquistando um público diferenciado. Confira mais vantagens de apostar nesta forma de SEO.

Por que fazer rich snippets?

Há diversos benefícios para sites e empresas que começam a aplicar as regras de rich snippets no dia a dia. Vamos ver as principais?

Mais tráfego

Vamos dar o exemplo de uma corretora de imóveis. Se você é um cliente que realiza a busca “apartamentos para alugar em Florianópolis”, está acostumado a entrar em diversos links de imobiliárias e sites de anúncio. 

Porém, se um dos sites conter, no topo da SERP, uma lista de apartamentos que estão disponíveis, com seu valor e localização, será muito mais atrativo do que apenas um link comum na página de busca, não é mesmo?

Este destaque traz muito mais tráfego, mesmo que não interfira na posição do link. O que isso quer dizer? Apesar de ranquear uma tabela, uma explicação ou o que mais for feito, seu link ainda estará na posição que estava. Isso pode parecer uma desvantagem, mas não é!

Um estudo da Moz mostrou que os cliques na primeira página são altos, mas quanto mais para cima, mais acessos há.

rich snippets

Se você está estagnado na sexta posição, por exemplo, mas conquista um rich snippet, seu tráfego vai aumentar consideravelmente. Isso mostra que, muito mais do que buscar um lugar na primeira página, é preciso estar cada vez mais para cima. Se o posicionamento do link no topo te parece difícil, apostar em rich snippets pode ser a saída.

Destaque de marca

A partir do momento que você posiciona uma resposta em primeiro lugar, trazendo a solução da dúvida, acaba se tornando uma referência em qualidade e conhecimento. Desta forma, o usuário pode voltar a acessar seu site, por saber que sua marca tem o domínio que ele precisa e é uma autoridade no assunto.

Menor taxa de rejeição

A taxa de rejeição acontece a partir do momento que o usuário busca por um assunto, acessa o site e, em poucos segundos, entende que o tema não tem nada a ver com o que deseja. 

Tendo acesso prévio ao que é tratado no blog em destaque, esta taxa de rejeição pode cair a quase zero, aumentando o tempo de permanência indiretamente. Com este fragmento bem posicionado, seu visitante ficará mais tempo lendo, pois já compreendeu seu modo de escrita e um pouco do que você trata no texto antes do clique. 

Tipos de rich snippets

Há diversos tipos de rich snippets possíveis no Google. Eles, que foram criados em 2009, estão se atualizando e ganhando cada vez mais versões e possibilidades de uso. Confira abaixo as principais formas de rich snippets que encontramos no dia a dia:

Sitelinks

rich snippets

Um dos mais populares entre os ranqueamentos de SEO, o rich snippets de sitelink, é encontrado na sua forma de páginas do site, trazendo os locais onde há mais acesso naquele domínio.

Este rich snippet não pode ser controlado inteiramente, pois é o Google quem escolhe quais páginas terão destaque a partir de números de engajamento do seu Analytics. 

Sites de recrutamento de vagas podem ter destaque na área da home, contato e vagas disponíveis, por exemplo. Já agências de publicidade podem contar com a área de clientes e trabalhos realizados, pois geralmente são os locais com mais buscas internas. 

Breadcrumbs

Significando, literalmente, migalhas de pães, este rich snippet traz o caminho do site, mostrando o quão profundo o conteúdo está dentro do domínio. Ele é muito comum em e-commerces e lojas de vendas, onde há uma categoria de produtos e outras sub-categorias dentro.

Sua função é mostrar a hierarquia do tema, fortalecendo a referência e a especificidade do material.

Searchbox

Mais comum em sites com alta taxa de acesso, o searchbox é encontrado abaixo do link, como uma caixa de pesquisa menor. Nela, é possível realizar buscas dentro do domínio, indo direto para páginas dentro dele. 

Geralmente só acontece quando o usuário pesquisa pelo nome correto da marca, ajudando os servidores do Google a entenderem seu interesse, refinando a busca.

Local search

Muito comum para estabelecimentos locais, como comércios e restaurantes, o local search é um rich snippet que aparece com o endereço, telefone, localização do Google e mais informações inseridas na sua conta do Google Business. 

rich snippets

Ele é um rich snippet que não fica no topo da lista, mas à direita da página, com um destaque muito maior.

Esta forma é muito válida para quem deseja ter visitas presenciais, pois há informações como o horário de funcionamento e tudo mais que é preciso para visitação.

Avaliações

Caso seja um site de aplicativo, comércio, serviços ou semelhantes, trazer a avaliação média do público é extremamente relevante. Elas aparecem em forma de estrelas, mostrando a opinião do público sobre seu produto, indo de 1 a 5. Com isso, sua marca ganha autoridade e visibilidade.

rich snippets

Qual a diferença de rich snippets e featured snippets?

Apesar de terem o nome parecido e acabarem sendo movidos pelo mesmo ideal — o de promover um bom ranqueamento ao seu site, alcançando a posição zero —, o rich snippets e o featured snippets são coisas diferentes e que podem ser aplicadas no SEO do seu conteúdo. Confira suas diferenças e saiba como distingui-los.

O que são featured snippets?

Como você já viu, os rich snippets são conteúdos de marcas, links, telefones, redes sociais, localizações e afins. Enquanto isso, a featured snippets trabalha com o intuito de responder perguntas do usuário, com aquelas caixas de texto que aparecem logo após a pesquisa.

Também utilizada na posição zero, elas geralmente surgem quando a busca é feita a partir de uma dúvida formalizada. Ou seja, se você deseja procurar “o que significa SERP”, a chance de encontrar uma featured snippet é maior que se buscar apenas “SERP”.
Assim como os rich snippets, os featured snippets também não têm muita referência ao ranqueamento na página de busca. Desta forma, você pode colocar uma caixa de resposta no topo, estando na sexta posição da primeira página, por exemplo.

Tipos de featured snippets

Para te ajudar a diferenciar rich snippets de featured snippets, é importante que você compreenda os tipos deles e como eles diferem entre si. Confira abaixo os principais featured snippets encontrados:

Parágrafo

Em sua maioria, eles surgem desta maneira, como um parágrafo de texto destacado no topo da página. São definições que geralmente aparecem após pesquisas de “o que é”, “como faz”, “quando surgiu” e afins.

Para conquistar este espaço, é preciso valorizar os seus H2 e H3, com até 50 palavras como resposta. E dar preferência para responder a dúvida logo abaixo dos heading tags. Desta forma, o Google entenderá mais fácil que aquilo é uma solução, não inserindo trechos aleatórios do seu texto no ranqueamento.

Lista

Comum em listas de passo a passo, como para receitas, ou de sugestões, como, por exemplo, “X lugares para conhecer em Florianópolis”. Este featured snippets surge com a criação de uma lista no topo do texto, geralmente inserida nas primeiras informações do conteúdo, ou com o uso correto das heading tags.

Neste último caso, por exemplo, pode-se colocar a grande dúvida como um H2 e os tópicos em H3. Ou seja, o “lugares para conhecer em Florianópolis” como segundo título e os locais em si como o terceiro.

Tabela

Este é o mais simples de compreender. Para conquistar este featured snippets, é preciso otimizar seu texto com uma tabela de até, no máximo, três colunas. Mais do que isso o Google não destaca.

Ele é muito comum para comparativos, como de preços de automóveis, produtos para comprar e afins. Por isso, vale a pena apostar em tabelas com várias linhas, pois o Google mostrará poucas (apenas cinco ou seis), deixando um “confira mais” abaixo do seu destaque. Desta forma, seu tráfego aumentará consideravelmente, já que as pessoas vão se sentir aguçadas para entrar e conferir o desdobramento do conteúdo.

banner 3 SEO

Como aplicar o rich snippets no dia a dia?

Agora que você já está craque em diferenciar rich snippets e featured snippets, podemos falar sobre sua aplicação. 

Para otimizar seus conteúdos com este tipo de SEO, é preciso compreender um pouco sobre HTML e programação de página. Isso porque há uma necessidade de alterarmos os códigos, inserindo as informações para que o robô do Google compreenda nosso intuito e nos dê mais destaque. 

Porém, há alguns sistemas que facilitam o trabalho do redator neste momento, auxiliando a estruturar os dados e guiando para uma melhor inserção.

Schema

Usar a Schema para criar suas marcações pode ser uma boa saída se você domina o assunto de HTML. Ela é indicada para pessoas com mais presença no mercado de marketing, que podem atuar praticamente sozinhas neste processo, já que é mais complexa e aprofundada.

Com esta ferramenta, você pode trabalhar manualmente no código da página, ganhando indicações e sugestões. 

Google Search Console

A ferramenta de marcação de dados do Google é ideal para quem domina pouco o assunto, tendo um conhecimento médio sobre códigos e programação. Relativamente fácil de ser usada, a GSC pode te auxiliar com dúvidas, indicando os melhores caminhos e as práticas que você deve utilizar. Além disso, ela auxilia na leitura do conteúdo, verificando se há falhas ou melhorias a serem feitas.

Plugins

Os plugins são indicados para quem não possui conhecimento algum em programação, pois eles costumam ser mais didáticos e intuitivos. O mais comum é o All-In-One Schema.org Rich Snippets, próprio do WordPress. 

Por ser um braço do sistema que leva boa parte dos sites e blogs profissionais, o All-In-One conseguirá te ajudar sem muito esforço. Com ele, não é necessário o suporte de um programador, já que, como dito antes, é uma ferramenta mais intuitiva e que não exige conhecimentos prévios. 

Como incluo os códigos nos sistemas?

Cada sistema conta com maneiras diferentes de incluir. Porém, o que não difere entre eles são os códigos em si, que já estão definidos pelo Google dentro da sua Search Gallery. Lá, é possível encontrar toda a programação que você deve inserir para os rich snippets desejados. 

Após conferir os códigos, é preciso testá-los. Na ferramenta de teste de dados estruturados da Google, você consegue validar sua criação, conferindo a prévia do resultado na SERP. 

Porém, é preciso destacar que você deve utilizar com cautela estes recursos. 

Manter a prudência na quantidade de códigos inseridos na sua HTML é fundamental, dando preferência aos que têm a ver com a sua temática, seu estilo de conteúdo. Por exemplo, se você faz uma crítica sobre um filme, vale mais a pena inserir um rich snippet de cinema ou artigo do que um de lista, compreende?!

No mais, faça bom uso deste conhecimento de SEO. Se precisar de qualquer ajuda no caminho, lembre que a Arcana está à sua disposição.

Contamos com profissionais qualificados, formados nas mais diversas áreas de comunicação, prontos para te atender, tirar suas dúvidas e jogar sua empresa para o topo das listas. Entre em contato conosco e saiba mais!

Assine nossa newsletter e receba nosso conteúdo em seu e-mail: